Seguidores

Compre usando Moip!

Ajude - me a comprar uma Máquina de Costura!!!!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Coisas da Vida #2

Bom dia meus amores, como estão vocês?!
Estou ótima, mesmo congelando os dedinhos com este frio!

Só na base do chá quente para esquentar este corpinho! Mel Dels!!!

Essa semana criei este espaço, para dividir com vocês alguns assuntos peculiares... Acho que também vai servir como forma de desabafo!

E é claro, se você também tiver uma boa história para contar, ou quer fazer um desabafo, é só mandar pra mim! :) (aline.mw@hotmail.com)

Como todo mundo sabe, eu sou professora. Minha aluna tem Síndrome de Asperger, ela frequenta o colégio normalmente pela manhã, e a tarde ficamos estudando, fazendo tarefas e trabalhos que ela precisa fazer...

Ontem, estávamos fazendo um lanche no meio da tarde, e de repente escutei um barulho forte, e alguém gemendo de dor... Como na rua dela sempre tem alguns meninos andando de bicicleta e fazendo traquinagem, logo pensei na minha moto que fica estacionada na frente da casa...

Quando olhei pela janela, minha moto estava intacta, Graças a Deus! Mas um dos meninos reclamava de dor no rosto, próximo aos ouvidos...

Fiquei acompanhando a situação...

Primeiro pensei que eles tivessem se trombado um contra o outro, como eu já havia visto esses dias atrás. Mas vi o mesmo menino das dores, buscar um martelo do outro lado da rua. Aí pensei que eles tivessem se martelado, e achei muito estranho...

Continuei acompanhando a cena...

Quando penso que não, o menino das dores (e agora do martelo), olhou para o vizinho do lado e disse: -"é bala!" -"Não, é bala mesmo, de bala!!!"

Gente, nessa hora me toquei! Ele tinha acabado de martelar uma bala de munição. E o guri não passa dos 14 anos...

Fiquei indignada! Liguei para a polícia, e informei o que estava acontecendo... Então o PM me perguntou: -"Mas como a Senhora sabe que era uma munição?!" Bom... Eu não quis estragar a autoridade dele, e nem me dei o trabalho de explicar que meu Tio é PM aposentado em Santa Catarina, e que eu também tenho um primo que é bandido e está preso em uma cidade vizinha... Se eu não conhecer o barulho de uma munição, Quem sou eu então!!!

Aí disse a ele, que BALA de DOCE não estoura. E o menino não mediu esforços para esconder o que era, porque estava gritando ao vizinho que era bala mesmo...

Ele disse que ia mandar uma viatura para ver o que estava acontecendo... Mas nada!

Eu fiz minha parte, tanto como cidadã quanto como professora.

Denunciei mesmo, primeiro porque os fragmentos da bala poderiam acertar qualquer um ali naquele momento. Segundo, porque são muito jovens, eram 5 adolescentes que tem idade entre 11 e 15 anos. Terceiro, porque de onde vem UMA bala, pode vir mais. E NINGUÉM compra munição, sem ter uma arma para usá - la.

É frustrante saber que fazemos nossa parte, mas não podemos contar com quem deveria cuidar de nossa segurança!

Bom gente, é isso! Esse foi meu desabafo! =|

Beijinhos para vocês, e bom final de semana!!!

3 comentários:

  1. Oi Aline, vim agradecer a visita lá em casa.

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline! Obrigada pela visita!
    Sua casa é linda! Parabéns pelos seus trabalhos, pela pessoa maravilhosa que é ao dar atenção especial a sua aluna mais que especial e mais que isso, pela cidadã que você é!
    Um beijo, já estou te seguindo!
    Letícia Vilete

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente muitas autoridades estão deixando á desejar em suas funções,mais como você fez,cabe a nós cidadãos denunciar essas e outras coisas...fico pensando aonde vão parar essas crianças/juniores dessa situação...aonde e o que fazem os pais deles...
    Bjim e um bom fim de semana pra vc.

    ResponderExcluir

Faça esta Blogueira cada vez mais feliz! Deixe seu comentário, e assim que puder, retribuo o carinho! :)

Obrigada, e volte sempre que desejar!

Top Comentaristas

Top Comentaristas by SemNome